Espiritualidade

Não sou digna que entreis em minha morada

07 fevereiro, 2020 por

Não sou digna que entreis em minha morada

Não me sinto digna do amor de Cristo. Você deve estar pensando que realmente não somos, mas o que se passa aqui dentro de mim é: Como posso merecer que o senhor me ame? Como posso merecer que o senhor venha e entre na minha morada? Há coisas que não há explicação e eu sei disso, mas eu não quero aceitar o amor de Jesus por mim sabe? E talvez, você esteja cansado de ver o mesmo assunto sendo discutido aqui, mas é isso que eu me sinto, mas alguém se identifica?

Não aceito.

Uma semana atrás fui me confessar e no meio confissão disse ao meu padre que não aceitava a misericórdia de Jesus. Que ao sair da confissão eu não me sentia perdoada! O meu padre disse que eu estava pecando contra o espírito santo. Perceba, além de confessar dos meus pecados, eu pequei confessando -risos. Reconheci esse pecado e na hora me confessei. Os meus pecados foram absorvidos e ao sair da confissão Jesus me confrontou e disse: “Eu sei que você não é digna. Você não é merecedora do meu amor e sim, Rafaela você é pecadora, mas mesmo assim eu te fiz ou você acha que eu não sabia disso tudo?” E é isso! Deus ao nos fazer, Ele sabia que seríamos falhamos e mesmo assim ele nos fez! Ele escolheu morrer por amor a mim. Parece que eu Rafaela quero ser maior que Deus ou que eu não acho Deus inteligente o suficiente, entende?

Corrida.

O padre Nilson me disse que a vida do cristão é uma constante corrida. Não é de um dia para outro que vamos simplesmente correr uma maratona e ganhar, ao contrario é uma preparação, um corredor se prepara para correr, ultrapassa seus limites e se não ganha aquela corrida, certamente vai se preparar ainda mais para próxima. A vida do cristão não é diferente, estamos o tempo todo mudando, correndo e se por acaso não ganhamos a corrida, iremos nos preparar para ganhar a próxima. Se caímos, nos levantaremos e daremos continuidade. A vida do cristão é uma constante corrida.

Morada.

Meu coração é a morada do Senhor e nunca seremos dignos do amor de Cristo isso é fato, mas Deus em sua infinita misericórdia enviou o seu único filho por amor e quando eu Rafaela não aceito esse amor, estou indo contra tudo o que meu pai fez ao meu favor. Até parece que Jesus não sabia que seriamos indignos, ou que somos pecadores. Acha mesmo que Jesus não sabe que somos imerecedores? No entanto, apesar de tudo isso, Ele nos ama, nos escolhe amar todos os dias.  Quando nos afastamos, Jesus juntamente com Papai nos espera ansiosamente pela nossa volta e quando voltamos, eles preparam um banquete e uma grande festa. Não porque merecemos, mas porque Jesus merece.

Quando Pedro – é o discípulo que eu mais amo – negou Jesus, ele voltou a vida velha, voltou a ser pescador. No entanto, depois que Jesus ressuscitou, ele aparece até Pedro e pergunta três vezes se Pedro o amava e  Pedro disse sim. Pedro errou, pecou, negou Jesus, mas Jesus ao invés de condenar, ele ama e esse amor nos constrange. Depois que entendemos que somos amados, iremos ser como Pedro, converter milhares de pessoas como ele fez em Atos. E quando morrermos, não iremos aceitar ser crucificados, pois sabemos que não somos dignos, mas Jesus é. E o único!

Eu: Senhor não sou digna que entreis em minha morada…

Jesus: Eu sei, mesmo assim quero!

Escutem essa musica que fala sobre Pedro: https://www.youtube.com/watch?v=qlQRemx0_C0

Fiquem bem e se hidratem!

veja os posts relacionados

Sejam bem- vindos!

1 Comentário

  • AffiliateLabz
    fevereiro 15, 2020

    Great content! Super high-quality! Keep it up! 🙂

  • %d blogueiros gostam disto: