Comportamento

Tentando dar o meu melhor na minha pior fase

08 setembro, 2019 por

 

“Tentando dar meu melhor na minha pior fase. Sabe como é, menor. Feridas se curam com o tempo, não com gaze”.

Essa frase é de um rap, que particularmente sou suspeita em falar. Gosto muito. Djonga é sensacional. – Entendedores entenderão. Particularmente essa música me faz refletir em muitas coisas, e amo quando músicas assim fritam minha mente e me fazem pensar.

Se vocês soubessem o quanto estou tentando dar o meu melhor. E parece que quanto mais eu tento, mas eu falho. Sério! Todos os dias. Dou uma passo a frente e a vida vem com dois chutes no meu peito e me faz andar dois para trás. Isso se dá por conta das feridas que existem aqui dentro. Anseio todos os dias para que essas feridas se curam rapidamente, no entanto, sei que não funciona dessa maneira – infelizmente, mas acredito que tudo isso seja um processo e por mais que eu não compreenda, quero aprender a respeitar esse processo.

Feridas enraizadas.

Muitas feridas aqui dentro se encontram enraizadas. Comecei a passar com psicologo e essas feridas estão sendo tocadas e está doendo bastante, mas entendo que isso seja necessário para que eu possa seguir em frente e ser curada. Por mais doloroso que seja. Bem no fundo do meu coração, sei bem que essas feridas não me definem. Elas não ditam que eu sou. Não quero viver em função delas, não quero que elas mandam em mim. Em 2 coríntios, capítulo 5, versículos 17 diz que se alguém está em cristo é uma nova criatura. Estou em Cristo, o passado não existe mais. Sou uma nova criatura. Sou uma nova Rafaela.

Respeitando os processos.

Como uma pessoa intensa que sou, quero que os processos que existem em minha vida termine logo. Não celebro o início do processo e muito menos o meio e isso é um erro. Uma vez, na adoração com o santíssimo, Jesus me mostrava claramente o passado. No passado, sempre me vi sozinha quando as feridas foram impostas aqui, mas ao olhar com a ótica de Jesus, vi claramente que não estava sozinha. Ele estava ao meu lado, na verdade ele continua ao meu lado. O processo é doloroso. Deus ele não escolheria qualquer pessoa para passar pelo que você está passando, pelo contrario, o Pai só chama aqueles que ele ama. Aqueles que tem maturidade.

Não faço a minima ideia do que você esta passando e você muito menos sabe do que se passa aqui dentro, e eu sei que em meio ao caos é complicado enxergar Jesus. É uma tarefa, no qual, tento todos os dias afirmar para mim mesmo, que em meio ao caos, Jesus continua bom. Mas como disse, é um processo. Um processo doloroso, porém importante para que crescemos em maturidade com o nosso amado.

Não desista.

“Não desista, não pare de crer, os sonhos de Deus jamais vão morrer”

Essa música é bem crente raiz, né hahaha, porém se encaixa exatamente com esse texto. Não desiste. Eu sei que é uma frase motivacional e você está cansando de ouvir isso e cá entre nós eu também, mas se tem algo que guardo comigo é, não dá para desistir agora que cheguei até aqui. A única pessoa querendo que eu desista é o inimigo e eu não quero dar esse gostinho a ele. Irmãos, a vida não é fácil. Jesus também nunca disse que seria fácil. Está cansado? Vá até ele. O fardo está pesado? Vá até ele que ele aliviará.

Por aqui os dias não tem sido bons Os dias não tem sido bons. Quando digo isso, está relacionado a coisas pessoais e profissionais. A ansiedade me atormenta. Os traumas me perturba e a vida para mim parece não fazer sentido. Sinto vontade de sumir e é esse sumir que você está imaginando. Não tenho animo para nada, mas em meio ao caos eu consigo ver Jesus cuidando do meu coração. Consigo ver claramente os cuidados dele comigo, em minha vida.

Estarei rezando por vocês, rezem por mim!

Beijos,
Rafaela.

veja os posts relacionados

Sejam bem- vindos!

%d blogueiros gostam disto: